Warning: array_map() expects parameter 1 to be a valid callback, function '_wp_add_global_attributes' not found or invalid function name in H:\root\home\everestwork-001\www\PVFR\wp-includes\kses.php on line 489
Pedro Valls Feu Rosa | A incrível vida matrimonial de Bello Maasaba

A incrível vida matrimonial de Bello Maasaba

Já se falou que “a vida só é vida quando é vivida em duas vidas em uma só vida”. E eis que o nigeriano Bello Maasaba resolveu ampliar os limites desta reflexão, vivendo 86 vidas em uma só vida.

A quem estiver pensando que este personagem casou-se 86 vezes, vai desde logo um aviso: na verdade, ele foi ao altar 107 vezes – porém, nove de suas esposas faleceram. Além disso, ele se divorciou de 12 delas – segundo consta, por desobediência. Assim, Bello Maasaba convive hoje com apenas 86 esposas, a mais jovem com 19 e a mais velha com 64 anos de idade.

Todos estes casamentos renderam uma prole numerosa: foram 185 crianças, das quais 133 ainda vivem – aliás, a mais jovem delas tem apenas um mês de vida.

Considerados os parentes próximos de suas esposas, Bello Maasaba tem uma família próxima de 5.000 membros. Mas fiquemos somente com as esposas e os filhos, que, surpreendentemente, convivem pacificamente sob um mesmo teto – uma enorme casa de quatro andares, com 89 quartos, situada na cidade de Bida, uma das maiores da Nigéria.

Para alimentar tanta gente são necessárias três sacas de arroz a cada dia, além de carne e vegetais em quantidade suficiente para abastecer um restaurante de proporções razoáveis – a sorte é que Bello Maasaba é rico.

Para comunicar-se com todas as suas esposas e filhos, este intrépido nigeriano de 87 anos de idade utiliza um sistema de alto-falantes. É desta forma que ele alcança o parente desejado, convocando-o à sua presença.

Um estilo de vida tão exuberante acabou por chamar a atenção das autoridades, particularmente aquelas encarregadas da aplicação dos preceitos islâmicos. E foi assim que, há uns três anos, ordenaram a Bello Maasaba que se divorciasse de 82 de suas esposas, mantendo apenas quatro. Ele, evidentemente, recusou-se a cumprir tal ordem.

Por conta de sua desobediência, Bello Maasaba acabou preso. Amargou umas três semanas atrás das grades, enquanto do lado de fora da prisão 22 de suas esposas, 11 delas grávidas, protestavam veementemente e exigiam sua soltura imediata. Diante de tanta gritaria, acabaram dando um jeito de soltá-lo através do pagamento de fiança.

E eis que chegou o dia do julgamento! Os juízes decidiram convocar todas as esposas de Bello Maasaba ao tribunal, a fim de que elas confirmassem se queriam mesmo manter seus casamentos. Acredite: as esposas foram sendo ouvidas uma a uma, separadamente, pelos sisudos julgadores daquele processo.

A primeira reafirmou, em alto e bom som, estar feliz e desejar permanecer casada com Bello Maasaba. A segunda também. A terceira, idem. E a quarta. A quinta. A sexta. A sétima. A oitava. E assim em diante. Quando os juízes chegaram à esposa de nº 57, “chutaram o balde”: dispensaram as demais, decidiram soltar Bello Maasaba e arquivaram o processo aberto contra ele, que saiu do tribunal nos braços de suas amadas, feliz e fagueiro.

Se este caso tivesse saído da imaginação de algum cineasta de Hollywood, e sido materializado em alguma comédia, todos diriam que a capacidade de criação humana desconhece limites – e ninguém, absolutamente ninguém, acreditaria ser possível tamanho desfile de absurdos.

Pois é: e lá está a vida de Bello Maasaba, a comprovar que a realidade suplanta, e em muito, a fantasia criada pela mais fecunda imaginação de qualquer ser humano. Afinal, como dizia Baudelaire, “nós somos todos mais ou menos loucos”.

Enviar por e-mail Imprimir